As máquinas japonesas vendem de tudo

As máquinas japonesas vendem de tudo

las estão em todas as esquinas.  O povo japonês é fascinado por vending machines. Há 5,6 milhões de máquinas de venda espalhadas pelo país. Isso quer dizer que, para cada 23 japoneses, há uma dessas máquinas. São mais máquinas do que toda a população da Dinamarca. Essa obsessão por máquinas de venda faz com que a variedade de produtos disponíveis também seja bem grande. Hoje de manhã, eu precisava trocar dinheiro. Fui até o lobby do hotel e encontrei uma máquina que faz câmbio. Foi só colocar as notas de dólar lá dentro, apertar o botão e receber os ienes.  No Brasil, as máquinas vendem  refrigerantes, doces, salgadinhos e, no máximo, livros. Aqui no Japão elas podem fazer papel de floricultura, sorveteria e peixaria. Os japoneses já experimentaram até vender carros por meio das máquinas de venda. A iniciativa partiu da marca de carros compactos Smart. Já pensou se a máquina engolisse o dinheiro do comprador? Ovos frescos também são vendidas em máquinas pelas ruas japonesas. Cada saquinho com meia dúzia sai por cerca de 4 reais. Mas, se até quando fazemos compra em supermercados tradicionais temos medo de manipular caixas de ovos, como uma máquina de vendas, que costuma jogar seu produto ao consumidor, não quebra esse produto tão frágil? Veja como a engenhoca funciona: As excentricidades não param por aí. Há vending machines até para satisfazer até alguns fetiches. Em Tóquio, podem ser encontradas máquinas de revistas pornográficas, vibradores e até de calcinhas usadas…! As mulheres que quiserem contribuir com o estoque podem inclusive dispensar suas calcinhas em um recipiente anexo à máquina. Como estão sempre querendo...